quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Plainness


Mas o amor é algo que é sentido e não é controlado, não importando a distância. Uma relação, um namoro não é realmente necessário, se não se sentirem confortáveis para isso. Se gostam realmente um do outro, não há nada mais bonito do que serem fiéis um ao outro, mesmo não estando juntos. Não por compromisso, não por relação, mas sim por amor. A parte física é necessária, os beijos, os abraços... Claro. Mas e, se por obra do destino, o prazer físico não der para ser completo? Deixarás tu de amar? Não. Uma bela definição de distância que me mostraram na primeira pessoa: "corpos separados, corações unidos".
Eu vivi tudo isto. E é por isso que escrevo. "Vivi." Há alturas em que conjugar verbos no passado dói. E por vezes, conjugar no presente também. "Sinto." Ainda sinto. Mas não mata. 
Que o amor prevaleça nas vossas vidas, queridos e queridas. Que nunca tenham medo de amar, de viver e de se poderem vir a magoar. Que nunca desistam. Vocês serão os corajosos que vão salvar o mundo. 

"Dou os meus parabéns a todos aqueles que ainda tiverem a coragem de se apaixonar e viver o seu amor."




0 comentários:

Enviar um comentário

Acerca de mim

A minha foto
Música. Família. Amor. Amizade. Escrita. A procura por mim mesma. Vida. E é a isto que se resume. Sintam-se à vontade por aqui & enjoy. :)

AUTÊNTICO

AUTÊNTICO
"To avoid criticism say nothing, do nothing, be nothing" ;-)

Em destaque

Meu amor!

Deixa que o poder dos sentimentos opere em ti. Desliga-te de qualquer teoria e pré-concepção. Deixa a descoberto as tuas defesas. Sê como o...

Followers

Visitas

AUTÊNTICO (C) Verónica Silva. Com tecnologia do Blogger.