quarta-feira, 20 de abril de 2016

A perspetiva

Olho em frente e fecho os olhos. O ar vem forte contra mim. Traz consigo todo o peso que me tem impedido de avançar. O tempo está escuro, cinzento, as ondas do mar lá em baixo partilham daquilo que sinto com a força de uma natureza indomável. O som do ambiente que me envolve fala por mim, pela minha frustração e pela minha alma. Pela minha luta constante de liberdade que os double-bind da vida teimam em dificultar, "educando". Mantenho os olhos fechados. Abro-os. Olho em frente, deixo-me envolver pela perspetiva do horizonte. A perspetiva. O horizonte. O céu cinzento. O mar revolto. O vento forte. Todo o ambiente. Eu. Todo o meu eu. Impulsiono-me. Estendo-me, abro os braços no vazio do ar. Sinto, então, a corda segurar-me no fim do salto. 
Por vezes só precisamos ter a sensação do que seria perder tudo. 
Para ser gratos por ter uma corda que nos segure. 

sexta-feira, 15 de abril de 2016

Tudo em mim

Tudo em mim é amor. E tudo em mim é medo de amar. Tudo em mim é amor e tudo em mim é coragem de amar. Tudo em mim é amor e tudo em mim é exagero. Tudo em mim é amor e tudo em mim é medo de exagerar. Tudo em mim é amor. E tudo em mim é medo de amar. Mas tudo em mim é precisar de amar. Tudo em mim é amor. E tudo em mim é coragem de amar. Tudo em mim é medo de bagunçar. Tudo em mim: dentro de mim: é intenso. E tudo em mim é medo de intensificar. E tudo em mim é querer amar, querer exagerar, querer intensificar. E tudo em mim é medo de bagunçar. Se bem que todo o amar tem a sua bagunça. Bagunça bagunçada. Como eu. Bagunça inesperada, instantânea, indomável. Porque tudo em mim é amor. E tudo em mim é ter medo de amar e de fazer amar. Mas tudo em mim é, mais do que qualquer medo, precisar de amar. Querer amar. Amar. 
Tudo em mim: dentro de mim: é intenso.
Tudo em mim: dentro de mim: é medo de bagunçar.
Se bem que todo o amar tem a sua bagunça. Bagunça bagunçada. Como eu.
Porque tudo em mim é amor.
- mais do que qualquer medo -
precisar de amar. Querer amar
Amar. 
Amor. 

Acerca de mim

A minha foto
Música. Família. Amor. Amizade. Escrita. A procura por mim mesma. Vida. E é a isto que se resume. Sintam-se à vontade por aqui & enjoy. :)

AUTÊNTICO

AUTÊNTICO
"To avoid criticism say nothing, do nothing, be nothing" ;-)

Em destaque

Meu amor!

Deixa que o poder dos sentimentos opere em ti. Desliga-te de qualquer teoria e pré-concepção. Deixa a descoberto as tuas defesas. Sê como o...

Followers

Visitas

AUTÊNTICO (C) Verónica Silva. Com tecnologia do Blogger.