domingo, 29 de março de 2015

A Viagem

Corremeosanguenasveias.Sintocomosenãohouvesseamanhã.
Ou como se houvesse amanhã de mais.
Procuro ir ao mais profundo (-undo, -undo), ao cerne da questão.
Mergulhointensamente... no que me diz o coração.
Deixoaavalanchearrancardemimtudoaquiloquemeprende;
levarconsigoa neve de impedimentos que me poderia retrair.
E avanço. Avançoinsaciavelmente,intemperantemente.
Descubromedos, inseguranças,
devaneios,
irracionalidades
bemlánomeioescondidas.
Enfrentoasdescobertas com o que tenho. de mais. poderoso:
Oamor.
Porque quem ama nunca sabe o que ama
Nem sabe porque ama, nem o que é amar...
Amar é a eterna inocência,
E a única inocência é não pensar...

sábado, 14 de março de 2015

Sou fã

Sou fã das palavras sinceras. Dos abraços apertados, dos "gosto muito de ti", dos sorrisos sinceros, das gargalhadas que vêm do fundo da alma. Sou fã do "não deixar para amanhã o que podes fazer hoje", do olhar que ama e não mente. Sou fã do acreditar, do confiar, do lutar e não parar, do amar simplesmente. Sou fã da comunicação, da fé, da admiração, do crescimento, do desenvolvimento, do aperfeiçoamento. Sou fã dos laços, dos compromissos espontâneos, dos "corpos separados, corações juntos" e dos reencontros, por mais tempo que demorem a acontecer. Sou fã da felicidade eterna, da persistência, da naturalidade. Sou fã da interajuda, da calma, da paciência, da esperança, da inteligência. Sou fã do "és especial", do "comigo podes contar".
Sou fã do sermos nós mesmos.
Sou fã do presente e do preparar para o futuro.
Sou fã da liberdade.
Sou fã da vida.
Sou tua fã. Sou nossa fã.
 

segunda-feira, 2 de março de 2015

A personagem apaixonada

Apaixonam-na os lugares obscuros. Os lugares isolados nas montanhas, nos vales, na praia, nas festas coroadas de multidões; os cantos onde se sentam as pessoas sozinhas apenas porque é o que querem naquele momento. Apaixonam-na as mentes que emanam mistério mas resplandecem atividade: criatividade. Apaixonam-na os que ousam estar sozinhos a criar. Os que sabem, ao mesmo tempo, rir e pensar, viver e amar, interiorizar e, posteriormente, exteriorizar. Apaixonam-na os artistas incontroláveis, que não se contêm em gravar o que sentem, em transformar até mesmo o mais banal em Arte: as pessoas do quotidiano, que procuram compreender as coisas e retratá-las com profundidade. As que veem com simplicidade a complexidade, com complexidade a simplicidade; que vêm ambos os lados e ainda aquele que ninguém conhece.
 

domingo, 1 de março de 2015

Fragmentos de quem se deixa levar conscientemente

Sinto formigueiros na alma. Borboletas no estômago. Pássaros na mente. Tigres no coração.
Deixo-me levar pela escrita como uma folha solta se deixa levar pelo vento:
Deixo-me levar pela música como quem se apaixona eternamente: 
Deixo-me levar pela dança como uma onda leve em dias de mar calmo:
 
Sinto formigueiros na alma. Borboletas no estômago.
Pássaros na mente. Tigres no coração.
Deixo-me levar pela arte como quem passa creme na pele: 
Deixo-me levar pelo que sinto como quem se deixa levar pelo que sente;
 
Como quem sente formigueiros na alma.
Borboletas no estômago.
Pássaros na mente. Tigres no coração.
 
livre e sem destino.
gradualmente e por completo.
fresca e de mansinho.
 
repetidamente.
Felizmente. Universalmente. Incontrolavelmente.
 
 

Acerca de mim

A minha foto
Música. Família. Amor. Amizade. Escrita. A procura por mim mesma. Vida. E é a isto que se resume. Sintam-se à vontade por aqui & enjoy. :)

AUTÊNTICO

AUTÊNTICO
"To avoid criticism say nothing, do nothing, be nothing" ;-)

Em destaque

Meu amor!

Deixa que o poder dos sentimentos opere em ti. Desliga-te de qualquer teoria e pré-concepção. Deixa a descoberto as tuas defesas. Sê como o...

Followers

Visitas

AUTÊNTICO (C) Verónica Silva. Com tecnologia do Blogger.