quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Jamais

Como te posso conhecer, se só te vejo? Se só te vejo a cor, se só te sinto o cheiro, se tudo o que de mais íntimo tenho acesso em ti é o sabor? Como te posso eu conhecer, então? Se tudo o que tenho de ti é a imagem que me transmites, com a qual me envolves, com a qual me prendes? Quero mais. Preciso de mais. Nunca me irei contentar com menos. Com tão pouco. Quero mais do que os jogos de reflexos e sombras, esse puzzle cujas peças transmitem apenas a imagem do que somos, do que supostamente somos. Quero conhecer todos os teus sentidos com todos os meus sentidos. Todos os nossos sentidos. Os metafísicos, os transcendentais, sobrenaturais. Quero mais do que aquilo que me dá a carne. Preciso de mais. Jamais me contentarei com menos. Jamais me contentarei com menos do que ter-te por inteiro.
Jamais.

0 comentários:

Enviar um comentário

Acerca de mim

A minha foto
Música. Família. Amor. Amizade. Escrita. A procura por mim mesma. Vida. E é a isto que se resume. Sintam-se à vontade por aqui & enjoy. :)

AUTÊNTICO

AUTÊNTICO
"To avoid criticism say nothing, do nothing, be nothing" ;-)

Em destaque

Meu amor!

Deixa que o poder dos sentimentos opere em ti. Desliga-te de qualquer teoria e pré-concepção. Deixa a descoberto as tuas defesas. Sê como o...

Followers

Visitas

AUTÊNTICO (C) Verónica Silva. Com tecnologia do Blogger.