sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Abraçar-te

Abraçar-te é abraçar um passado de mil memórias. Bom, mil e mais algumas. Abraçar-te é nunca ter deixado de te abraçar. É sentir a mesma segurança, o mesmo cheiro, o mesmo carinho. E agora, uma certa nostalgia, até. Certa, sem dúvida. Abraçar-te é custar deixar-te, deixar de revirver-te, de reviver-me e de reviver-te mais um pouco. Abraçar-te... É saber que acabou mas permaneceu. Saber que o tempo cura tudo e cura bem, porque estou curada... Mas não leva o que é bom. Tão bom. 
Abraçar-te é saber que também me revives. E que me revives tão bem! É saber que me tens no coração tanto como te tenho no meu. Abraçar-te é não conseguir prometer que te deixarei ir. Porque estarás sempre presente. Leve-nos a vida para onde nos levar. Estarás sempre aqui. E eu estarei sempre aqui para ti. Aqui.

0 comentários:

Enviar um comentário

Acerca de mim

A minha foto
Música. Família. Amor. Amizade. Escrita. A procura por mim mesma. Vida. E é a isto que se resume. Sintam-se à vontade por aqui & enjoy. :)

AUTÊNTICO

AUTÊNTICO
"To avoid criticism say nothing, do nothing, be nothing" ;-)

Em destaque

Meu amor!

Deixa que o poder dos sentimentos opere em ti. Desliga-te de qualquer teoria e pré-concepção. Deixa a descoberto as tuas defesas. Sê como o...

Followers

Visitas

AUTÊNTICO (C) Verónica Silva. Com tecnologia do Blogger.