terça-feira, 22 de janeiro de 2013

#55

Disseram-me que o sentimento de impotência é o pior que um ser humano pode sentir. Eu concordo.

Agora sei que pior do que nos sentirmos mal por alguma razão, é sentirmo-nos mal sem saber o porquê. É sentir e sentir e sentir sem compreender, querer fugir sem planear, chorar sem pensar e chorar por pensar. É precisar de chorar e não chorar, é um querer e não querer em constante mudança. Não há uma forma de nos ajudarmos a nós próprios e não conseguimos que os outros nos ajudem. É apenas um "não sei", um "estou viva", um "sim e não", um "viver sem viver". Sinto, penso, penso e sinto. E no meio, não há nada. Nada para escrever, nada para refletir, nada para criticar, nada para analisar. Há apenas um "vou deixar que a vida me leve". E odeio isso, pois apesar de ser uma frase muito poética, tira-me o poder. Tira-me o poder de escolher, o poder de mudar, o poder de resistir, o poder de enfrentar. Custa-me escrever que me tira o poder de lutar, é estúpido. Eu não vou parar de lutar. Não posso, nem quero. E talvez nem consiga fazê-lo. É como um acordar e pensar "não me vou levantar, vou dormir, vou faltar às aulas" e levantar-me automaticamente alguns minutos depois. Há um interruptor qualquer que me mantém ligada, mesmo sentindo que estou em stand by. Por vezes não percebo o porquê, nem como. Mas sei que existe. E não desiste.


0 comentários:

Enviar um comentário

Acerca de mim

A minha foto
Música. Família. Amor. Amizade. Escrita. A procura por mim mesma. Vida. E é a isto que se resume. Sintam-se à vontade por aqui & enjoy. :)

AUTÊNTICO

AUTÊNTICO
"To avoid criticism say nothing, do nothing, be nothing" ;-)

Em destaque

Meu amor!

Deixa que o poder dos sentimentos opere em ti. Desliga-te de qualquer teoria e pré-concepção. Deixa a descoberto as tuas defesas. Sê como o...

Followers

Visitas

AUTÊNTICO (C) Verónica Silva. Com tecnologia do Blogger.