quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Resultados

Ouço música e procuro verbalizar o que sinto. Esta procura e necessidade constante de escrever. Mantém-me viva, mantém-me lúcida e, ainda assim, alimenta os meus sonhos. O que não deixa de fazer sentido. O lúcido sabe que tem a capacidade de sonhar. E, com isso, a capacidade de realizar. Tal como a liberdade requer disciplina, o sonho requer lucidez. E vice-versa.
Cada um de nós tem uma história. E sim, agora poderia também afirmar que cada um de nós é uma história. Ou, talvez soe melhor, uma personagem. Uma personagem da nossa história e de tantas outras histórias de tantas outras pessoas. Personagens boas, personagens más, de histórias más e histórias boas. Costumam dizer que somos autores do nosso próprio livro. E somos, concordo plenamente. Mas eu acrescentaria algo mais: somos autores do nosso próprio livro, a partir de certo ponto. A partir do ponto em que percebemos que o contexto em que nos encontramos construiu, destruiu, colou, cortou, ensinou, completou, influenciou tudo o que somos até ao momento em que o nosso coração bate instantaneamente mais uma vez. E outra. E outra. Quer queiramos, quer não, cada um de nós é muito mais do que aquilo que guardou de cada episódio da sua vida. Somos o resultado de tantas daquelas histórias que, paralelamente à nossa, aconteceram no mundo à nossa volta. Não de todas, claro. Mas de muitas. Por isso é que damos por nós a nunca mais nos esquecermos de situações que nada têm a ver connosco. E aprendemos com elas. 
O que quero dizer, no final de contas, é que todos nós temos uma razão de ser quem somos e como somos. Uma ou várias que talvez a maioria desconheça. Mesmo que de forma inconsciente. Talvez se nos lembrássemos disto a cada dia, fôssemos capazes de não julgar quem quer que seja. 
E sim, ainda assim somos os responsáveis pelo nosso futuro. Teremos sempre esse poder de escolha. Principalmente a partir do momento em que percebemos que podemos afetar qualquer pessoa à nossa volta e que podemos também ser afetados, se não tomarmos cuidado e não pensarmos antes de agir. A partir do momento em que temos conhecimento de que cada ato tem uma repercussão mais complexa do que pensamos. Tudo é sempre um ponto de partida.

0 comentários:

Enviar um comentário

Acerca de mim

A minha foto
Música. Família. Amor. Amizade. Escrita. A procura por mim mesma. Vida. E é a isto que se resume. Sintam-se à vontade por aqui & enjoy. :)

AUTÊNTICO

AUTÊNTICO
"To avoid criticism say nothing, do nothing, be nothing" ;-)

Em destaque

Meu amor!

Deixa que o poder dos sentimentos opere em ti. Desliga-te de qualquer teoria e pré-concepção. Deixa a descoberto as tuas defesas. Sê como o...

Followers

Visitas

AUTÊNTICO (C) Verónica Silva. Com tecnologia do Blogger.